segunda-feira, 28 de novembro de 2011

“Tens o olhar do teu avô…”

Zé Pereira

Primeiro do que Henri Cartier-Bresson, Eddie Adams , Robert Kappa, Sebastião Salgado, (etc.), está Zé Pereira.

Zé Pereira provavelmente nunca agarrou numa máquina fotográfica.

Mas, acredito que: Zé Pereira olhava as coisas o mais fundo possível. Ele não queria apenas olhar – queria ver! Pelo menos é assim que eu imagino o olhar dele.

“Tens o olhar do teu avô…” é uma expressão que ouço frequentemente. A minha avó não se cansa de a dizer…

Apesar de nunca o ter conhecido faço algumas coisas para ele – “Gentes do Mar” também foi para ele…

Aqueles recortes da realidade que roubo ao tempo são parte dele. O olhar também é dele.

A expressão: “Tens o olhar do teu avô…” faz “tilt” frequentemente na minha cabeça. Quero imaginar as coisas como tu as vias, mas tal como tu quero ir para além disso, desculpa o atrevimento…

Se estiver a meter o pé na poça – avisa! Ensina-me a ver as coisas de outra maneira avô

Sem comentários:

Enviar um comentário

Entrevista - Hoje no Figueira na Hora

Pedro Agostinho Cruz   é fotógrafo profissional. O fotojornalista divide o seu tempo com outras actividades comerciais, com particular dest...